Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Apresentados

Querida ex- Amiga e ex-melhor amiga,

Querida ex- Amiga e ex-melhor amiga, Queria perguntar como estás mas agora, oficialmente não posso perguntar não é? Incrível. Incrível como a nossa memória é efémera. Tivémos anos e anos de uma boa amizade que nos ajudou a crescer e construirmo-nos. Mais do que hoje lembrar-me dos momentos bons lembro-me do teu último momento de merda que partilhámos.  Sabes quem estava lá? Aqui a tua ex-amiga que se afastou porque "arranjou um namorado" e porque "tinha de estudar". Sabes quem é que te atirou ao chão? A tua querida nova (mas de há tantos anos) amiga! De facto, eu é que estive mal. Ela atirou-te para a valeta e eu devia te-la ajudado ao invés de ir lá puxar-te para cima! A amizade não se cobra, quanto muito agradece-se. Hoje só consigo pensar na tua franqueza. Incrível não é? Como a nossa memória é fraca? E como aqueles que nos deram a mão e o braço e o abraço quando estivemos mesmo no fundo do poço podem passar à merda de cão que pisamos quando vamos na rua.  Sabes.

Mensagens mais recentes

A parte triste do Natal

Despertencer

E amanhã?

Vida de estagiária

Eu, mulher

Amor social e a sua validade

Critérios para o amor

Endocárdio

Amor velho

Como lidar com as pessoas más